Barcelona, Espanha, O que fazer, Onde ficar, Hotel, Carro, Seguro

 



Atrações no Bairro de Montjuic 


Veja o que fazer no Bairro de Montjuic e conheça um pouco mais de sua história. O nome do bairro significa Monte Judeu, pois na Idade Média havia ali um cemitério judaico muito importante. Em seu lugar, o que hoje em dia se vê, é um grande parque montanhoso, que fica a 213m do porto. O parque foi criado para a Exposição Internacional de 1929, e ao mesmo tempo se ergueram o Palau Nacional e o Pavilhão Mies van de Rohe. O castelo funcionou nos anos do franquismo, período da ditadura espanhola, mas era um lugar de execuções por fuzilamento. Hoje em dia é uma das principais atrações de Barcelona, o que até surpreende. Mas claro, depois de ser escolhido como lugar oficial para a Olimpíada de 1992, o castelo passou por uma grande remodelação. 

Bairro de Montjuic em Barcelona

Palau Nacional e Museu Nacional d'Art de Catalunya

O Palau Nacional abriga o Museu Nacional d'Art de Catalunya, que expõe diversas coleções de arte da região. É um dos melhores acervos da arte romântica do mundo, destacando-se os afrescos do século XII. 

Palau Nacional em Barcelona

Fundació Joan Miró

Um dos artistas mais representativos da Catalunha é Joan Miró, que doou muitas das obras desse museu. O museu Fundació Joan Miró fica em um edifício branco que foi projetado por um amigo arquiteto do artista. A coleção de obras de Miró é a mais completa do mundo.

Fundació Joan Miró em Barcelona

Font Màgica

Abaixo das cascatas e fontes, ao descer o Palau Nacional, fica a famosa Fonte Mágica, que faz shows de luzes e água e impressiona o público. Ela foi projetada por Carles Buigas para a Exposição Internacional de 1929. Quando a água se junta em um único jato, se eleva até 15m de altura. As quatro colunas atrás da fonte representam a bandeira da Catalunha. Fica na Av. de la Reina Maria Cristina. Os shows funcionam de maio a setembro a cada 30 minutos de quinta a domingo e entre as 21h e 23 h 30 min. Já de outubro a abril há shows a cada 30 minutos entre as 19h e 21h às sextas e sábados. 

Font Màgica em Barcelona

Castell de Montjuic

Bem no alto de Montjuic fica o castelo do bairro, que já serviu como prisão e local de tortura de presos políticos. Hoje, o castelo é um centro internacional pela paz. Os visitantes podem subir às sólidas defesas do castelo e apreciar as vistas do porto. Calle Castell. Abre diariamente e a entrada é gratuita. 

Castell de Montjuic em Barcelona

Estadi Olímpic

O estádio foi construído para a Olimpíada dos Trabalhadores de 1936, mas cancelada com a eclosão da guerra civil espanhola. Com a Olimpíada de 1992, o estádio foi remodelado e a fachada neoclássica foi mantida. Atualmente, é sede do Espanyol, um dos times locais de futebol. Fica na Av. de l'Estadi, 60. O estádio não abre para visitantes, mas o museu abre das 10h às 18h de terça a sábado e das 10h às 14 h 30 min aos domingos. 

Estadi Olímpic em Barcelona

Teatre Grec

É um anfiteatro ao ar livre e que foi inspirado pelas ideias neoclássicas do Noucetisme, um movimento arquitetônico do fim do século XIX que ia contra o caráter excessivamente decorativo do Modernismo. No verão, o lugar sedia os espetáculos do Grec Festival e abriga um luxuoso restaurante ao ar livre. Fica na Pg. Santa Madrona e abre das 10h até o anoitecer. A entrada é grátis, quando não há shows.

Teatre Grec em Barcelona

Palau Sant Jordi

É um ginásio coberto de aço e vidro, destaque das instalações olímpicas. O projeto se deve ao arquiteto Arata Isozaki. O lugar tem espaço para 17 mil pessoas e é a sede do time de basquete de Barcelona. Perto, ficam as piscinas olímpicas, as cobertas e as que são ao ar livre, e abertas ao público. O Palau fica no Passeig Olímpic, 5-7. Abre das 10h às 18h aos sábados e domingos. Entre maio e setembro o horário de funcionamento vai até 20h. 

Palau Sant Jordi em Barcelona

Pavelló Mies van der Rohe

Foi uma contribuição alemã para a Exposição de 1929. O projeto foi de Ludwig Mies van der Rohe. O pavilhão foi demolido e reconstruído apenas em 1986, de pedra, mármore, vidro e ônix. Dentro, é possível ver a vela escultura Morning, de George Kolbe, que se reflete em um pequeno lago. Fica na Av. Francesc Ferrer i Guàrdia, 7. Abre diariamente das 10h às 20h. A entrada é paga.

Pavelló Mies van der Rohe em Barcelona

Poble Espanyol

É uma área toda recriada em escala menor e que simboliza cada região da Espanha. Aos poucos, o lugar se transformou em um centro de artes e artesanato, havendo até uma oficina de sopradores de vidro. Mas sem dúvida, o mais interessante é ver as referências das ruas, edifícios e arquitetura de cada ponto, representando cada província do país. Fica  na Av. Francesc Ferrer i Guàrdia. Abre das 9h às 20h às segundas, das 9h às 14h entre terça e quinta, das 9h às 16h às sextas, das 9h às 17h aos sábados e das 9h às 24h aos domingos. A entrada é paga.

Poble Espanyol em Barcelona

Caixa Forum

O museu Caixa Forum possui um importante acervo da arte contemporânea da Fundació la Caixa. Ele fica alojado em uma antiga fábrica de tecidos, que foi projetada pelo arquiteto modernista Puig i Cadafalch. A coleção reúne mais de 800 obras de artistas nacionais e internacionais. Fica na Av. Francesc Ferrer i Guàrdia, 6-8. Abre das 10h às 20h diariamente e a entrada é gratuita. 

 Caixa Forum em Barcelona

Seguro Viagem obrigatório para a Europa

Uma dica que reforçamos para todos que estão planejando ir à Barcelona é que não se esqueça que o Seguro Viagem é obrigatório para viajar para a Europa. Veja nossa matéria de Seguro Viagem para Europa com tudo o que você precisa saber sobre ele e dicas imperdíveis para fazer um excelente seguro por um preço incrível.

Veja outras matérias imperdíveis para quem vai viajar à Barcelona:
O que fazer em Barcelona: Principais atrações e lugares de Barcelona na Espanha.
Como economizar muito em Barcelona: Dicas incríveis para economizar em Barcelona.
Como alugar um carro em Barcelona: Dicas e como achar preços incríveis.

Postar um comentário

 
Top