Málaga

O que fazer no inverno em Málaga

Veja o que fazer no inverno em Málaga, com dicas de passeios ideais para fazer durante os meses mais frios do ano. Também vamos dar dicas de o que levar na mala e outras dicas!

O que fazer em Málaga no inverno

E se você está planejando viajar para lá, não deixe de conferir também as dicas imperdíveis de como economizar muito na Espanha. São dicas muito boas, que valem a pena, e vão fazer você economizar muito em todo o planejamento da viagem e quando estiver lá. Sua viagem à Espanha vai sair mais barata do que imaginava e você poderá aproveitar ainda mais sua viagem.

Veja o gráfico do clima de Málaga:

Gráfico do clima de Málaga

Como é o inverno em Málaga?

O inverno em Málaga é bastante agradável, com temperaturas médias que se mantêm nos 12ºC. O mês mais frio em Málaga é janeiro. E chove bastante durante essa estação, principalmente entre novembro e janeiro.

  • Leve na mala: roupas quentinhas (pode adicionar gorros, luvas, cachecóis). Leve na mala casacos quentes e outras roupas para proteger você da possível umidade e lembre-se sempre que às vezes o vento ainda torna as temperaturas mais frias.
  • Mas vale a pena viajar no inverno para Málaga? Vale! A cidade não para o ano inteiro e qualquer época é boa para visitar a cidade. Ainda mais com tantos dias de sol!

Málaga à noite

O que fazer no inverno em Málaga?

No verão a cidade é igualmente incrível para visitar os mesmos pontos turísticos que visitaria no verão. É claro que esta estação não é favorável para dias de praia, embora muita gente aproveite os dias ensolarados do inverno para passear à beira-mar e ativar a vitamina D.

A nossa dica é que faça o seu roteiro de dois ou três dias normalmente. Mas caso chova muito, vá trocando os passeios. Por exemplo: se de manhã você ia a um parque, mas viu que tá chovendo muito, troque o parque por um museu que achei interessante; e, quando aliviar, vá até ao parque.

Banner-Gabr

Málaga à noite

1. Passear pelo Centro Histórico de Málaga

A primeira dica de o que fazer no inverno em Málaga é passear no centro histórico da cidade. É um lugar que todo turista deve visitar, para conhecer a cara mais tradicional e autêntica de Málaga. A Calle Larios é a rua principal, mas por onde não passam carros. É lá onde ficam as principais e maiores lojas. É uma rua bem ampla, contando também com muitos bares e restaurantes.

De lá você pode começar a caminhada e se aventurar pelas ruas e praças adjacentes, todas muito limpas e arborizadas. Pertinho da Calle Larios fica a Catedral de Málaga.

Centro Histórico de Málaga - Catedral

2. Visitar a Catedral de Málaga

A Catedral de Málaga se chama Catedral Basílica de la Encarnación e fica localizada no centro histórico da cidade, em frente à Plaza del Obispo. É uma referência renascentista e é uma das igrejas mais importantes de toda a Andaluzia. A Catedral não foi totalmente finalizada, motivo pelo qual também recebe o nome de ”La Manquita”, visto que uma das torres é maior que a outra. Vale visitar o interior!

Catedral de Málaga

3. Visitar a Alcazaba de Málaga

A Alcazaba era o palácio e fortaleza pertencente aos árabes quando habitavam a cidade. Em árabe, alcazaba significa ”cidadela” e é um dos monumentos históricos mais importantes da cidade. Como toda cidadela, a Alcazaba de Málaga estava em um ponto alto para ter uma boa vista dos possíveis ataques e invasões, e assim poder ter um maior controle da cidade.

A Alcazaba foi construída entre 1057 e 1063 e conta com diversos elementos militares, que a fazem ser umas obras muçulmanas mais importantes da Espanha. Tente ir num dia menos ventoso, pois lá em cima o frio pode ficar mais desagradável.

Alcazaba de Málaga

4. Visitar o Teatro Romano de Málaga

Aproveite o seu passeio pela Alcazaba para visitar o Teatro Romano de Málaga, que fica situado na parte inferir do local. Para você ter uma ideia da importância histórica dele, é o lugar mais antigo da cidade, uma construção do século I d.C.

O Teatro Romano foi utilizado nesta função até o século II, quando passou a ser um cemitério até ser abandonado. Foi só em 1951 que as ruínas deste teatro foram descobertas, e o edifício reconstruído. Este é um passeio gratuito e há sempre diversas atrações ao ar livre acontecendo por lá.

Teatro Romano de Málaga 

5. Visitar o Castelo de Gibralfaro em Málaga

O Castelo de Gibralfaro foi edificado no século XIV com o intuito de dar abrigo às tropas e proteger a Alcazaba. Hoje, é um dos locais mais visitados da cidade e um passeio muito interessante, que nos remete à história de Málaga e da época em que os árabes a habitavam. O castelo recebe esse nome porque tinha um farol com o mesmo nome no topo da montanha.

Castelo de Gibralfaro em Málaga

6. Conhecer a área moderna em Málaga

Uma dica bem legal para fazer, mesmo no inverno, é aproveitar um dia ensolarado e ir até à parte portuária da cidade. Toda essa região foi modernizada e agora recebem o nome de Muelle 1 e Muelle 2. O Muelle 1 foi inaugurado em 2011 e é uma área com 14.000 metros quadrados dedicada a restaurantes, calçadão e zona comercial. Sempre há muita gente passeando e comendo nos restaurantes de lá, mesmo no inverno.

Área comercial - Muelle 1 - em Málaga

Já o Muelle 2 fica perpendicular ao Muelle 1, e conta com um jardim ”Palmeral de las Sorpresas”, onde há fontes divertidas e outros elementos que tocam música e emitem algum tipo de som ao andar por cima deles. É um lugar bem divertido e surpreendente, e se for com crianças, elas vão adorar! E claro, o nome vem das 420 palmeiras e 7.400 árvores e plantas tropicais, como dá para ver na foto abaixo.

Palmeral de las Sorpresas - Muelle 2

7. Curtir os museus da cidade

Seja inverno, verão, primavera ou outono, qualquer época é boa para conhecer museus em uma cidade. Mas, se estiver chovendo, convenhamos que eles se tornam ainda mais apetecíveis! Em Málaga há vários museus interessantes, mas vamos citar os que achamos imperdíveis durante a visita à cidade:

– Centro Pompidou em Málaga: Muelle Uno

Um museu recente e bem importante é o Centro Pompidou, uma sede do Centro Nacional de Arte e Cultura Georges Pompidou de Paris que foi criada no ”Cubo”, um monumento moderno de Málaga, no Muelle 1. O centro foi aberto em 2015 e é a segunda sede externa ao centro original. Dentre as obras expostas no museu se encontram artistas como Frida Khalo, Max Ernst, Pablo Picasso, Francis Bacon e Joan Miró.

Centre Pompidou em Málaga

– Museu Picasso de Málaga

A galeria mais conhecida da cidade! Fica situada em um elegante palácio do século XVI, no coração da cidade velha de Málaga e tem uma coleção permanente de pinturas de todos os períodos da carreira eclética de Picasso. Sabia que Picasso nasceu em Málaga? Pois é! E nasceu a poucos minutos do museu, na Plaza Merced. É nesse museu que a história dele ganha vida. Por isso, não deixe de visitá-lo quando estiver por lá!

Centro de Arte Contemporânea Málaga (CAC)

Explorando as tendências artísticas do século XX, a coleção permanente da CAC é particularmente especializada em artistas internacionais de 1950 até o presente e em artistas espanhóis desde a década de 1980, com foco nos talentos locais nascidos em Málaga.

As obras – que incluem esculturas e instalações – são exibidas em salas brancas futuristas e são complementadas por eventos. Além disso, o museu conta com exposições temporárias promovendo os artistas emergentes de Málaga.

Centro de Arte Contemporânea Málaga (CAC)

8. Viajar pela Costa del Sol em Málaga

Por incrível que pareça, se ficar muito tempo em Málaga também recomendamos visitar a ‘Costa do Sol’ no inverno. A costa compreende as seguintes cidades: Nerja, Torrox, Vélez-Málaga, Rincón de la Victoria, Málaga, Torremolinos, Benálmadena, Fuengirola, Mijas, Marbella, Benahavís, Estepona, Casares e Manilva.

Não precisa parar em todas, mas ir até Nerja, por exemplo, é um passeio que vale muito a pena. Principalmente num dia de sol, claro! Toda a costa é uma região muito rica, calma e turística, onde há diversos campos de golf.

Nerja Beach na Costa del Sol em Málaga

Comer bem no inverno em Málaga

Málaga é conhecida por seus pratos à base de peixe, principalmente frituras. Como é uma cidade com uma costa muito longa e rica, o que mais se vê é restaurantes de peixes, marisco e frutos do mar. Se for no verão, isso é mais notável ainda, visto que é a temporada da sardinha e outros peixes parecidos. Mas, se for no inverno, come-se igualmente bem na cidade!

  • Um bairro muito indicado para ter refeições à base de peixe e por um preço bem em conta é o El Palo, um bairro de pescadores que tem muita fama. Mesmo no inverno, há sempre fila!

Comidas, refeições e restaurantes em Málaga - peixe frito

Fora o peixe, Málaga é uma cidade onde se come de tudo. No centro, a dica é sentar-se em uma das mesas externas dos restaurantes e pedir as famosas tapas, acompanhadas de um bom vinho ou cerveja gelada.

Lembre-se que na Espanha, no geral, as refeições se fazem bem mais tarde do que no Brasil e maioria de países. O almoço é a partir das 13h30min / 14h e o jantar a partir das 22h.

Málaga à noite

Alguns eventos que caem no inverno:

Os principais marcos da chegada do inverno na cidade são as festas de Natal e Réveillon. Se for nessas datas, aproveite para ficar até o dia de Reis, 6 de janeiro.

Dia de Reis em Málaga: O dia dos Reis Magos é uma das partes mais importantes da época natalícia, já que é quando na Espanha as crianças ganham os presentes, e não no dia 24-25 de dezembro, como acontece em outros países. Inclusive por vezes ganham nos dois dias, mas o dia mais forte é realmente no dia 6 de janeiro.

Dia de Reis em Espanha

São Valentim em Málaga: Como muitos sabem, o dia dos namorados na Europa e em muitas outras partes do mundo é celebrado no dia 14 de fevereiro, que é o dia de São Valentim. Se você vai viajar com seu par, saiba que nesse dia tudo fica muito romântico. As lojas se enfeitam com balões em formato de coração, fitinhas vermelhas e todos entram no clima. Os restaurantes enchem, por ser uma data muito típica em que os casais saem para comemorar, principalmente à noite.

Jantar romântico de dia dos namorados

Destaques do clima em Málaga

Um fator a destacar quando se fala do clima em Málaga é a questão do Sol. A cidade é bastante ensolarada, com mais de 29000 horas de Sol ao ano. Por esse motivo, essa região é chamada de ”Costa do Sol”.

Esse clima permite que os turistas consigam aproveitar ainda mais seu tempo na cidade e visitar todos os pontos turísticos de Málaga. O que também significa que tanto no verão, quanto no inverno, a cidade é totalmente apta para ser descoberta. De fato, o turismo em Málaga é muito presente o ano inteiro.

Plaza de Toros de Málaga

Outro fator bastante importante e típico dessa região é o vento. Por vezes, acontece um fenômeno meteorológico chamado Terral no qual o vento vem da terra (normalmente do norte). Ele pode acontecer tanto no verão quanto no inverno. No verão,  clima fica muito seco e quente; já que o vento vem de alturas mais elevadas (das montanhas, por exemplo) e ao descer seu ar aquece por compressão.

Passeio marítimo de Málaga

Por sua vez, quando neste tipo de Terral, o vento vem do oeste, é o chamado ”vento de poniente”. Por outro lado, o Terral de inverno é muito mais frequente e é definido por um vento seco e forte. Também pode surgir como o primeiro, quando o ar frio desce pelos montes até à costa. Ou pode ser formado também pelos ventos continentais que atravessam a Europa e entram pelos Pirineus, trazendo bastante umidade.

Muito mais dicas da Espanha no Youtube!

Está gostando da matéria? Não deixe de visitar também o nosso canal no Youtube. Tem vários vídeos incríveis da Espanha, com muito mais dicas, para te ajudar a planejar toda a sua viagem. Se quiser, clique aqui para se inscrever no canal ou aqui para ver a playlist com todos os vídeos da Espanha. Esse vídeo é o mais assistido do canal:

Economize muito na viagem à Espanha

Não esqueça o seguro viagem obrigatório para Europa

Agora que você já sabe tudo sobre o que fazer no inverno em Málaga, uma dica importantíssima que reforçamos para todos que estão planejando ir a qualquer país da Europa é que não se esqueça que fazer um Seguro Viagem Internacional é obrigatório para viajar para lá.

Veja nossa matéria de Seguro Viagem para Europa com tudo o que você precisa saber sobre o assunto, quais são os melhores seguros e dicas para fazer um excelente seguro por um preço incrível economizando muito.

Use seu celular à vontade na Espanha e na Europa

Poder usar seu celular na Espanha, na Europa e em qualquer outro lugar do mundo é ótimo, pois ele acaba sendo muito útil. Com ele, poderá usar os aplicativos dos pontos turísticos e das cidades, escanear cupons de descontos, pesquisar os endereços e horários dos lugares, ver a previsão do tempo para se planejar para os passeios e se conectar através das redes sociais.

Outra vantagem, é que com internet você não precisa alugar um GPS para o seu carro, o que fará você economizar uns 100€. Se quiser, veja nossas dicas de como usar o celular à vontade na Europa. É super barato e você vai poder usar seu celular o dia inteiro e em qualquer lugar. E usando a internet do seu celular você poderá pesquisar tudo sobre o que fazer no inverno em Málaga quando estiver lá.

Use seu celular à vontade em Espanha

Dicas para aproveitar melhor sua viagem à Espanha

Agora que você já viu tudo sobre o que fazer no inverno em Málaga, uma dica legal e que faz a diferença na viagem é que alguns pontos turísticos, praias, cidades legais e vinícolas são um pouco afastados das cidades, e uma ótima opção para aproveitar melhor sua viagem pela Espanha é alugar um carro.

  • Muitos brasileiros estão fazendo isso, pois você pode conhecer várias cidades da Espanha que são lindas, fazendo um roteiro por Madri, Barcelona, Granada, Valência, Sevilha e até ir para Portugal, que está pertinho de lá e é uma das viagens mais bonitas e as estradas são lindas.

Se quiser, veja nossa matéria de como alugar um carro na Espanha com dicas de como alugar um excelente carro por um preço incrível, comparadores de preços excelentes, documentos necessários e tudo o que você precisa saber sobre o assunto para economizar e fazer o melhor negócio.

Viagem de carro pela Espanha

Dicas dos ingressos das atrações da Espanha

Outra dica importante para economizar dinheiro e tempo é com os passeios. Para conhecer a maioria dos pontos turísticos e museus de Barcelona e Madri, é preciso comprar os ingressos de cada lugar.

A dica é comprar todos os ingressos antes pela Internet, que além de serem sempre mais baratos, você economiza um bom tempo que perderia nas filas das bilheterias e já viaja com os ingressos em mãos e as atrações garantidas. Se quiser, veja aqui na matéria de ingressos para a Espanha todas as dicas, os mais vendidos e onde comprar todos os ingressos pelo melhor preço.

Veja outras matérias imperdíveis da Espanha:

O que fazer em Barcelona: Principais atrações e lugares de Barcelona na Espanha.
O que fazer em Madri: Principais atrações e lugares de Madri na Espanha.
Dicas para andar de trem na Europa: Melhores empresas, trajetos, onde comprar passagens super baratas e todas as dicas.

Tags: